SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

terça-feira, 2 de junho de 2009

O voo 447 caiu ou foi derrubado?

Sempre que um grande avião cai surgem várias versões do acidente, cada qual a mais divergente e diferente uma da outra. No entanto, parece-me que andam procurando menosprezar uma delas, que andou circulando no início, sobre a queda do avião da Air France nesta segunda-feira. Achei muito estranho, por exemplo, que a TV Globo, que veicula um noticiário campeão de audiência, tenha omitido em sua resenha de acidentes aéreos o caso do jumbo sul-coreano ocorrido em 1983. Para quem lembra do caso, um caça da URSS abateu em pleno voo um avião de passageiros da Coréia do Sul com 269 pessoas a bordo. Imaginei que o atual desastre bem poderia ter sido causado por algum ataque militar, talvez por algum míssil intercontinental.
Na época do ataque ao jumbo coreano a revista “Veja” publicou:
Sem qualquer defesa: 269 pessoas a bordo de um Jumbo coreano são espatifadas em pleno vôo por um míssil soviético, em nome da soberania do território da URSS
- Vou lançar um míssil. O alvo é um avião da Korean Air Lines.- Apontar para o alvo. - Alvo na mira.- Disparar.- Alvo atingido. Estas são as vozes gravadas do piloto do caça soviético.
Jamais se conhecerá, provavelmente, a identidade do piloto soviético que, a 10.000 metros de altitude, travou este terrível diálogo com um superior hierárquico estacionado numa base militar da Ilha Sacalina, uma das áreas mais secretas da União Soviética, às 3h26 da madrugada daquela fatídica quinta-feira. Os nomes e patente por trás das duas vozes que falavam em russo talvez pudessem iluminar um dos muitos pontos obscuros que envolvem o massacre, em pleno céu, dos 269 passageiros e tripulantes do Boeing-747 da companhia civil Korean Air Lines que, vindos de Nova York, planejavam desembarcar em Seul, capital da Coréia, 2 horas e meia mais tarde - e acabaram pulverizados sem deixar traço, numa das mais chocantes tragédias da história recente da aviação.
Poucos dias depois os próprios soviéticos reconheciam o fato. Diziam que o avião invadiu o espaço aéreo da URSS, como já vinha ocorrendo com frequência, e por isso resolveram agir e tomar as providências necessárias, no caso o simples abatimento do avião lotado de civis. Qual a razão da mídia procurar omitir o caso do jumbo sul coreano quando relaciona os diversos acidentes aéreos ocorridos em anos passados? Não é para pensar no caso?

Um comentário:

Anônimo disse...

OI Tava passando poraqui e achei seu Blog legal.

Teve um Cientista que escreve uma teoria explicando acidentes desses tipos, se encontra na observações dele no final da teoria. Esse acidente se é parecido com o do Triângulo das Bermudas.

Link para teoria:

Leitura:

http://www.scribd.com/doc/16331957/Teoria-do-Triangulo-das-Bermudas

Download:

http://www.4shared.com/file/111224052/82504f2c/Teoria_sobre_o_Tringulo_das_Bermudas.html

Falou....