SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

sábado, 13 de junho de 2009

Bispos peruanos pedem a Episcopado canadense que não financie a grupos abortistas

Espere aí, então alguns prelados não sabem a que fins são destinados os recursos de seus fiéis, muitos dos quais terminam por financiar criminosos abortos? É o que está ocorrendo. O grito de alerta foi dado pelos bispos peruanos, inconformados porque organizações canandenses angariam recursos entre católicos e os destinam a financiar abortos no Peru. Vejam o despacho da agência ACI Prensa:
Os bispos peruanos pediram formalmente à Conferência de Bispos Católicos do Canadá (CCCB) deter o financiamento de grupos afins à promoção do aborto no país através da agência católica de cooperação Development & Peace (Desenvolvimento e Paz). A carta, assinada por D. José Antonio Eguren, presidente da Comissão de Família da Conferência Episcopal Peruana, lamenta que os irmãos bispos canadenses permitam o financiamento de “grupos que trabalham contra os bispos do Peru tratando de danificar o amparo legal do direito à vida dos não nascidos”. O documento, difundido pela agência Lifesite News, sustenta que desde que começaram as versões sobre o financiamento de grupos abortistas por parte do grupo Development & Peace, a Comissão de Família começou uma investigação própria sobre os grupos que recebem financiamento desse organismo no Peru e encontrou que três beneficiários promovem o aborto com o dinheiro dos católicos canadenses.“Cada grupo apóia o aborto, e/ou a anticoncepção, com este nome ou com eufemismos como ‘direitos sexuais e reprodutivos’ ou alguns de seus derivados”, adiciona a carta.“Neste sentido, com todo respeito, formalmente lhes pediríamos que se detenha o financiamento a grupos abortistas no Peru por parte do Development & Peace”, afirma o documento.A carta conclui oferecendo ajuda aos bispos canadenses para que encontrem “organizações católicas” envolvidas em “autênticos projetos de desenvolvimento” no país para que “a nação se beneficie da generosidade dos católicos canadenses”.Carlos Pólo, membro da Comissão de Família, informou que a investigação peruana começou assim que se divulgaram as primeiras suspeitas sobre o destino dos recursos dos católicos canadenses.“Isto não está relacionado só com a Igreja no Canadá, mas preocupa a todos na Igreja”, indicou.“Infelizmente não há duvida no caso peruano. Vemos com muita tristeza como o dinheiro dos católicos canadenses vai para organizações que combatem explicitamente o que a Igreja ensina. As mesmas pessoas que usualmente são nossas adversárias em debates e discussões públicas”, assinalou.O Arcebispo de Winnipeg, Dom James Weisgerber, atual presidente da CCCB, divulgou no último 19 de março uma carta em que nota as “preocupações várias e severas” sobre o presumido financiamento do Development & Peace a grupos abortistas no México.

Um comentário:

manoel carlos disse...

em sendo verdade o anunciado e condenado pelos Bispos Peruanos, comprovam-se as s´bias e proféticas palavras de Paulo VI: " de que satanás soprou seu vento nas rachaduras da Igreja".
Temos que trabalhar com o princípio da Igreja minima, pois ser catóico não é para todos...
Deus nos salve!!!