SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Clínica de abortos é fechada nos EUA

Parece que está pairando uma negra nuvem de castigos sobre abortistas famosos:

No final do mês passado foi assassinado o Dr. Tiller, considerado um dos campeões na prática de aborto nos Estados Unidos. Agora, a família daquele médico anuncia que sua famosa clínica de abortos será fechada. Seus familiares declararam o seguinte: "Estamos orgulhosos pelo serviço e pela coragem mostrados pelo nosso marido e pai, e sabemos que as necessidades de saúde das mulheres foram atingidas graças à sua dedicação e serviço. Este é um legado que nunca vai morrer. A família vai honrar a memória do dr. Tiller através de atividades caritativas privadas". Para redimir os pecados praticados pelo chefe da família, seus descendentes pretendem agora se dedicar a atividades caritativas...
Não é o mesmo que ocorre com o outro abortista, Irving "Bud" Feldkamp, que sofreu também um forte e sinistro aviso da providência divina com a morte de 7 pessoas de sua família, ocorridas num desastre de avião em março último: ali pereceram 5 netos, duas filhas e dois genros dele. O sinal mais forte de que o acidente foi um castigo divino é que o avião se despencou e explodiu nas proximidades do "Ressurrection Cemetery Association", exatamente onde há um túmulo dedicado aos bebês não nascidos como consequência de abortos.
A família de Irving 'Bud' Feldkamp é proprietária da maior rede de aborto para fins lucrativos dos EUA. A "Family Planning Associates" foi comprada quatro anos atrás por Irving Moore "Bud" Feldkamp III, dono da Allcare and Hospitality Dental Associates e CEO do Glen Helen Raceway Park em San Bernardino [California]. As 17 clinicas de Planejamento Familiar da Califórnia (Family Planning clinics) realizam mais abortos no estado do que qualquer outro provedor de aborto – incluindo a Planned Parenthood – sendo que inclusive realizam abortos até ao quinto mês da gravidez.
Apesar de Feldkamp não ser um abortista (de uma forma direta, pois não é quem os executa, mas por ser proprietário incorre no mesmo crime), ele aufere polpudos lucros oriundos de dinheiro tingido com o sangue de dezenas de milhares de bebês, assassinados mediante os abortos praticados a cada ano nas clinicas das quais ele é proprietário. Seus negócios na indústria do aborto lhe permitiram desfrutar do turbo-hélice privado, que estava transportando sua família para uma semana de férias no The Yellowstone Club, um exclusivo resort de esqui para milionários. Todos a bordo morreram. A causa do acidente é um mistério. O piloto, que era um ex piloto militar, com mais de 2,000 milhas voadas, não deu qualquer indicação aos controladores de trafico aéreo de que a aeronave estivesse experimentando dificuldades, no momento em que pediu para ter a rota mudada para um aeroporto em Butte. Testemunhas relatam que o avião subitamente apontou ao solo, sem aparentes sinais de luta. Não existia nenhum gravador de voz no cockpit ou um registrador de dados do vôo a bordo, não existindo quaisquer dicas do radar sobre os momentos finais da aeronave, porque o aeroporto de Butte não está dotado com esse tipo de equipamento. Rezemos para que, não sua família, mas o próprio abortista declare brevemente que vai fechar também seus "matadouros" humanos.

Nenhum comentário: