SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Herói anticomunista espanhol pode chegar à honra dos altares

O bispo de Ciudad Real, na Espanha, abriu a fase diocesana do processo de beatificação de Ismael Molinero Novillo, também conhecido como "Ismael de Tomelloso", um heróico católico anticomunista espanhol que ofereceu sua vida pela fé na Guerra Civil de 36. No último dia 5 de maio se completaram 70 anos de sua morte, data que foi lembrada com uma Santa Missa de ação de graças na Igreja de Nossa Senhora da Assunção. Ismael nasceu no dia 1 de maio de 1917, seu pai era um ferreiro e tinha 11 irmãos. Era conhecido por seu bom caráter, tratando-se de um jovem simpático, alegre e muito humano. Recitava poesias e organizava peças teatrais, tinha profunda vida espiritual e rezava por longas horas diante do Sacrário. Estudou com as Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, onde adquiriu grande devoção à Nossa Senhora da Medalha Milagrosa. Em 33, fez parte do primeiro grupo juvenil da Ação Católica de Tomelloso, ocupando o cargo de tesoureiro. A Guerra Civil o marcou profundamente, principalmente por causa do assassinato de seu diretor espiritual e a queima de igreja e imagens sagradas por parte dos comunistas. Em 37, o exército republicano o recrutou e o obrigou a participar da guerra, porém na batalha de Teruel resolveu jogar fora o fuzil, agarrou-se à sua Medalha Milagrosa e largou a batalha como desertor. Por causa disto foi detido e levado a um campo de prisioneiros. Na prisão, adquriu grave penumonomia e foi internado num hospital de Zaragoza, onde se fez amigo do capelão. Ocultou que pertencia à Ação Católica a fim de não ser beneficiado por algum privilégio dado aos católicos. A partir daí, o princípio de vida de Ismael era não ter nada com este mundo, entregando-se inteiramente a Deus como vítima expiatória dizendo: "Não quero nada com o mundo. Sou de Deus; se morro serei totalmente de Deus no céu, e se não morro... quero ser sacerdote! Fazem faltas santos!" Era o que repetia em seu leito de morte. Faleceu em odor de santidade no dia 5 de maio de 1938, contando apenas 21 anos de idade.

" video

Nenhum comentário: