SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Nossa Senhora de She Shan ou "Auxílio dos Cristãos"

O Santuário dedicado a Nossa Senhora de Sheshan (ou She-Shan) está situado no distrito de Song Jiang, perto de Shang Hai e de uma outra famosa basílica dedicada a Maria Auxiliadora dos Cristãos. Em 1863, o então superior da comunidade de Jesuítas em Shang Hai comprou o lado sul da montanha de She Shan, onde se descortina um belo panorama de um bosque de bambu. Lá se construiu uma casa de repouso para os jesuítas, uma pequena capela e, algum tempo depois, se iniciou a construção do santuário. A 1 de março de 1868, o então bispo de Shang Hai, Mons. Adrien Languillat, SJ, consagrou a capela e benzeu a imagem de Maria Auxiliadora dos Cristãos. Anualmente, a 24 de maio, acorrem para lá muitos fiéis para a festa de Maria Auxiliadora. Num ataque de rebeldes do exército de Tai Ping, o superior da comunidade jesuíta de Shang Hai, padre Gu Zhen Sheng, subiu a montanha de She Shan e invocou a Virgem fazendo-lhe uma promessa:
"Se a diocese for salva do ataque iminente dos rebeldes, construiremos uma basílica para agradecer a proteção especial de Nossa Senhora".
A diocese não sofreu nenhum dano e a promessa começou a ser cumprida logo depois: em 1870, o padre Gu Zhen publica sua invocação à Virgem e a promessa de construir um templo como agradecimento e num comunicado explicava tudo e pedia aos fiéis ajuda para a obra. No ano seguinte, na festa de Nossa Senhora Auxiliadora, era colocada a pedra fundamental na presença de mas 6 mil fiéis. A 15 de abril de 1873, Monsenhor Languillat consagrou e inaugurou a basílica construída no cimo da montanha. Desde então Nossa Senhora de She Shan converteu-se na protetora especial da diocese de Shan Hai. Desde o início de maio até o dia da festa, dia 24, anualmente acorrem para lá milhares de fiéis, procedentes não somente da própria China, mas de vários outros países asiáticos. O Papa Pio IX concedeu o benefício de indulgências a todos os peregrinos que visitassem aquele santuário como forma de penitência. Anos depois, em 1894, os católicos construíram no local a igreja de "Zhong Shan" (que significa no meio da montanha) dedicada a Maria Medianeira. Em seguida, construíram também três capelas dedicadas à Sagrada Família: uma à Virgem Maria, a segunda a São José e a outra ao Sagrado Coração de Jesus. O santuário de Nossa Senhora de She Shan é de estilo românico, mede 56 metros por 25 em sua base e 17 de altura. Sobre seu campanário foi colocada uma estátua de bronze da Virgem Maria que pesa 2 toneladas e tem 3,87 metros de altura. Dentro do santuário podem ser acolhidos mais de 3 mil fiéis, sendo conhecida como a primeira basílica da Ásia oriental.

Nenhum comentário: