SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Há violência contra os índios?

O Beato Padre Anchieta, cognominado "O Apóstolo do Brasil" e a quem devemos, praticamente, a nossa nacionalidade, escreveu que o "problema do índio", no Brasil, só acabará juntamente com ele. Isto é, somente civilizando os índios e tornando-os "não-índios", adaptados aos nossos costumes, religião, cultura, etc., se conseguiria resolver seus problemas. Trata-se de uma pastoral não só diferente mas mesmo contrária à que segue o CIMI e o Governo, que pretendem manter os índios em suas "culturas", preservados como se fossem animais de zoológico. É nesta direção que segue o relatório que vai ser divulgado pelo CIMI e que fala da violência contra os povos índígenas no Brasil durante o último ano de 2008. Encontramos várias informações distorcidas naquele relatório: fala-se em "patrimônio" indígena como se as terras e riquezas onde "habitam" (muitos não seriam nômades?) fossem propriedades legitimamente deles. É assim que vê a coisa também o Governo e a lei brasileira. Mas não há estatuto jurídico que confirme a posse de extensas áreas de terra com ocupação ociosa sem ferir direitos de terceiros (que são aqueles que as ocupam com seu trabalho e esforço). Aliás, quando o Governo legitima a posse de um território indígena não concede à tribo o título de propriedade, mas o transforma em "terra pública", estatal, como fez recentemente com a Raposa Serra do Sol. A respeito das mortes de indígenas, o relatório registra dezenas de mortes havidas no Brasil, em geral assassinados, mas não menciona os casos em que os assassinos são os próprios índios (ou será que eles também não se matam uns aos outros?). Há uma informação que merece comentário à parte: o suicídio de índios. Ora, o suicídio indígena é, justamente, decorrente de sua "cultura". Até alguns antropólogos ou indigenistas acham normal estes suicídios, pois para o índio a morte é coisa banal, eles encaram a morte com naturalidade, dizem, e isto faz parte de sua cultura. Como então achar que os suicídios também sáo decorrentes de violências praticadas por outros contra eles?
Além de assassinatos e suicídios, o relatório fala também que os indios são vítimas até mesmo de racismo, desnutrição, falta de assistência médica, trabalho escravo e (incrível) atropelamentos. A única informação boa no relatório é a constatação de que tais violências, na maioria dos casos, estão diminuindo a cada ano.

Nenhum comentário: