SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Nossa Senhora dos Anjos, Padroeira da Costa Rica



Em Cartago, cidade da Costa Rica, encontra-se um dos mais importantes santuários da América Central, onde é venerada Nossa Senhora dos Anjos. A imagem é de pedra e pequena, sustentando o Menino Jesus em seus braços.
Sobre a origem da veneração àquela imagem, a tradição conta que a 2 de agosto de 1635, uma mestiça índia idosa, chamada Juana Pereira, saindo em busca de lenha seca no monte, viu sobre uma rocha uma imagem de Maria Santíssima com o Menino Jesus nos braços. Surpreendida ante achado tão inesperado, tomou a imagem com cuidado e a escondeu em sua casa. Voltando no dia seguinte ao mesmo monte, teve grande espanto ao ver que a imagem encontrava-se no mesmo lugar onde a havia encontrado. Resolveu, então, levá-la novamente para sua casa e a guardou. No dia seguinte o fato repetiu-se, indo ela contar o sucedido ao sacerdote, o qual pediu-lhe que trouxesse a imagem até ele.
Assim o fez; porém, a imagem desapareceu novamente da casa do sacerdote e voltou a ser reencontrada no mesmo monte. Logo a notícia do fato maravilhoso se espalhou e decidiram levar a imagem até à paróquia. O resultado é que a devoção àquela imagem logo se espalhou pela região, sendo chamada de Nossa Senhora dos Anjos, pois o fato se dera exatamente na data em que a Igreja celebrava a festa de Nossa Senhora dos Anjos. Dali a alguns dias a imagem despareceu novamente e foi encontrada no mesmo local do monte onde originalmente a mestiça índia a havia achado. Compreenderam todos, então, que seu desejo era ser venerada naquele lugar e procuraram Lhe erigir um templo dedicado a Ela.
A imagem, talhada em pedra do lugar, é muito pequena, medindo aproximadamente 3 polegadas. Nossa Senhora leva o Menino Jesus no braço esquerdo, no qual recolhe graciosamente as pregas do manto que a cobre desde a cabeça. Seu rosto é arredondado e doce, seus olhos são do tipo oriental (a mesma forma da Virgem de Guadalupe) e sua boca pequena e delicada.
A Virgem é mostrada atualmente para a veneração dos fiéis num formoso ostensório de metais nobres e pedras preciosas, com bonito resplendor ao seu redor, o que aumenta visualmente seu tamanho. Do pé desta “custódia” sai uma flor de lírio rematada pelo Anjo que sustenta a imagem de pedra. Da imagem só fica visível os rostos d’Ela e do Menino Jesus, haja vista que um manto preciosa os protege e embeleza.
“La Negrita”, como é chamada com carinho pelos costarriquenhos, foi coroada solenemente como Patrona daquele país no dia 25 de abril de 1926. Em 1935 o Papa Pio XI elevou o Santuário da Rainha dos Anjos á dignidade de Basílica.

Do Blog
A Família Católica:



Realizam-se hoje, terça-feira, em Cartago, Costa Rica, as celebrações conclusivas pelos 375 anos da descoberta da imagem de Nossa Senhora de Los Angeles, Padroeira do país: a liturgia será presidida pelo Arcebispo de Monterrey, enviado especial do Santo Padre, Cardeal Francisco Robles Ortega.A recorrência esteve ao centro de um “Ano Santo Jubilar Mariano” com o lema “Sempre sob sua proteção”, iniciado no dia 18 de julho de 2010 com a abertura da “Porta Santa” da Basílica de Nossa Senhora de Los Angeles, em Cartago; marcado por muitas atividades espirituais, em particular liturgias, novenas e peregrinações, o Jubileu foi um tempo de graça e de renovação para o Povo de Deus na Costa Rica, durante o qual os fiéis foram capazes de aprofundar e fortalecer as suas raízes cristãs e a devoção à Virgem Maria. A imagem de Maria com o Menino, encontrada em 1635 pela indígena Juana Pereira em Puebla de los Pardos (Cartago), imediatamente despertou a veneração da população, que em 1639 Lhe dedicou uma primeira capela, substituída ao longo dos séculos por edifícios maiores, até a atual Basílica iniciada em 1912. Por causa de seu o pequeno tamanho e traços escuros do rosto, a imagem é familiarmente chamada de "Negrita" pelos costarriquenhos. Em 1824 o parlamento nacional declarou Nossa Senhora de Los Angeles “Padroeira da Costa Rica”, um ato que foi seguido pela coroação pontifícia concedida em 1926. A Diocese de Cartago foi erguida em 2005 pelo Papa Bento XVI e ainda é guiada pelo seu primeiro pastor, Dom José Francisco Ulloa Rojas. (SP)

Nenhum comentário: