SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

domingo, 7 de março de 2010

Pecadores e inocentes morrem nas catástrofes

O Evangelho de hoje começa assim:
"Neste mesmo tempo contavam alguns o que tinha acontecido a certos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios. Jesus toma a palavra e lhes pergunta: Pensais vós que estes galileus foram maiores pecadores do que todos os outros galileus, por terem sido tratados desse modo? Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo. Ou cuidais que aqueles dezoito homens, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os demais habitantes de Jerusalém? Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo".

Se fosse pronunciado nos dias atuais, Nosso Senhor Jesus Cristo poderia ter dito assim a propósito daqueles que pensam que os recentes terremotos foram exclusivos castigos aos tidos como pecadores e maus:
"...Pensais vós que estes haitianos foram maiores pecadores do que todos os outros (que escaparam do terremoto)? Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo. Ou cuidais que aqueles sobre os quais caiu o terremoto do Chile e os matou foram mais culpados do que todos os homens que escaparam?
Portanto, pela proximidade dos castigos previstos em Fátima é bom saber que qualquer um pode cair vítima de qualquer catástrofe, seja natural ou não.

Nenhum comentário: