SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Lutero foi um grande herege

Não é novidade para um verdadeiro católico que Lutero nada mais foi do que um grande herege. E que sua tão propalada "reforma" nada mais trouxe para a Igreja e a humanidade do que ódios, dissenções, guerras, negações de verdades fundamentais da Religião. Ouçamos o que diz uma autorizada autoridade sobre o assunto:
“Nenhum historiador atual é capaz de sustentar, porque é falsa a tese de que Lutero encabeçou o Protestantismo para exigir uma reforma ante a decadência moral da Igreja sob os papas renascentistass, porque esta havia chegado a um extremo intolerável”. Estas afirmações foram feitas pelo padre José Maria Iraburu, professor de Teologia Espiritual na Faculdade de Teologia da Universidade de Borgos, na Espanha. Conclui com lógica aquele sacerdote: “Para começar arrasou com a Bíblia, já que deixando-a à mercê do livre-exame modificou a infalível e única palavra divina por uma variedade inumerável e contraditória de falíveis palavras humanas. Se levou adiante a sucessão apostólica, o sacerdócio ministerial, os bispos e sacerdotes, a doutrina de padres e concílios, eliminou a Eucaristia enquanto sacrifício de redenção. Destruiu a devoção e o culto à Virgem Santíssima e aos santos, os votos e a vida religiosa, a função benéfica da lei eclesiástica. Deixou em um e meio os sete sacramentos. Afirmou, partindo da corrupção total do homem pelo pecado original, que “a razão é a grandíssima prostituta do diabo, comida pela sarna e pela lepra”. Afirmou Lutero: “Eu, o doutor Lutero, indigno evangelista de Nosso Senhor Jesus Cristo, os asseguro que nem o Imperador romano [...] nem o Papa, nem os cardeais, nem os bispos, nem os santarrões, nem os príncipes, nem os cavaleiros nada poderão contra estes artículos, apesar do mundo inteiro e de todos os diabos [...] Sou em quem o afirmo, eu, o doutor Martin Lutero, falando em nome do Espírito Santoo. Não admito que minha doutrina possa ser julgada por ninguém, nem pelos anjos. Quem não escuta minha doutrina não pode salvar-se”.
Tanta prepotência, tanto orgulho, tanto ódio ao bem e à verdadeira dourina de cristã, ainda hoje é oculta por cegos que querem ver em Lutero um mero “reformador”, quando na realidade foi talvez o maior herege da História, um contestador das verdades reveladas por Nosso Senhor Jesus Cristo no Evangelho.

Um comentário:

waldieriton silva disse...

isso é intoleravel, lutero foi um mensageiro de deus para começar, ele desmascarou as mentiras da igreja catolica,todos sabemos que não tem apoio nas escrituras a venda de indulgencias, ele só pregava o que estava nas escrituras, isso já é o bastante.