SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

quinta-feira, 6 de março de 2008

Nossa Senhora do Bom Sucesso e o Equador

Nossa Senhora do Bom Sucesso - Mosteiro da Conceição de Quito, Equador

Oração a Nossa Senhora do Bom Sucesso

Ó Senhora do Bom Sucesso! Que com olhar de predileção considerais o Equador, atendei à tristeza dos dias que atravessamos, caracterizados pela inteira confusão dos espíritos. Para onde caminha a Cristandade? Qual será para ela o dia de amanhã? São perguntas às quais ninguém ousa responder.
Esta confusão não só subverte a esfera temporal, desordenando a fundo os campos cultural, político, social e econômico, senão, oh dor!, penetra também na própria esfera espiritual.
Presenciaremos, já amanhã, o explodir da terrível guerra que constituiria o desdobramento lógico deste caos? Ou veremos o mundo ocidental – para obter um simulacro miserável de paz – capitular vergonhosamente frente ao inimigo da Civilização Cristã, isto é, o comunismo?
Ó Mãe da Candelária! Postos ante estas aterradoras hipóteses, nossos corações para o Vosso se voltam em busca de uma luz, uma ajuda, um alento. Assim se nos apraz especialmente oportuno recordar o que manifestastes a uma filha eleita Vossa.
Quando em 1634, em Quito, Sóror Mariana de Jesus Torres rezava ante o Santíssimo Sacramento, subitamente a lâmpada que ardia no altar se apagou. Ao tentar reacendê-la, uma luz sobrenatural inundou a Igreja:

“Filha querida de Meu coração, sou Maria do Bom Sucesso, tua Mãe e Protetora. A lâmpada que (...) vistes apagar-se tem muito significado (...).
“(...) que no século XIX - ao seu término – e em grande parte do século XX surgirão nestas terras, então República livre, várias heresias. Apagar-se-á a luz preciosa da Fé nas almas pela quase total corrupção dos costumes. Nesse tempo haverá grandes calamidades, físicas, morais, públicas e privadas. O pequeno número de almas nas quais se conservará o culto da Fé e das virtudes, sofrerá um cruel e indizível padecer, a par de prolongado martírio.
(...) nesses tempos estará a atmosfera repleta do espírito de impureza, o qual, na forma de um mar imundo, correrá pelas ruas, praças e lugares públicos numa liberdade assombrosa, de maneira que não haverá no mundo almas virgens.
(...) os sacerdotes se descuidarão de seu sagrado dever, perdendo a Bússola Divina, se desviarão do caminho traçado por Deus (...).
(...) Para libertar da escravidão destas heresias, necessitam grande força de vontade, constância, valor e muita confiança em Deus, aqueles a quem destinará para esta restauração o amor misericordioso de meu Filho Santíssimo. Para pôr à prova os justos nesta Fé e Confiança chegarão momentos nos quais parecerá que tudo está perdido e paralisado, e então será o feliz princípio da restauração completa (...) É chegada minha hora, em que Eu de uma maneira assombrosa destronarei o soberbo Satanás, pondo-o sob meus pés, encadeando-o no abismo infernal, deixando por fim livre a Igreja e a Pátria dessa cruel tirania” (El Equatoriano, 4 de abril de 1951).

Ó Mãe, ó Protetora! Fazei que pela intercessão de Sóror Mariana de Jesus Torres e das beneméritas fundadoras do Mosteiro da Conceição de Quito, estas Vossas palavras tragam orientação e segurança para as almas que as lerem. Que todos nos empenhemos, mais que nunca, em invocá-la como Mãe do Bom Sucesso, com a esperança de que assim apresseis para nós, perturbados e confundidos, o caminho de luz que nos conduza, em meio das trevas, a Vosso Divino e Adorado Filho. Assim sema.


Soror Mariana de Jesus Torres (séc. XVII)

Nenhum comentário: