SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

terça-feira, 26 de outubro de 2010

As aparições de Nossa Senhora no Egito

Zeitoun, palavra árabe que significa “azeitona” ou oliveira, é o nome de um bairro pertencente á capital do Egito, a cidade do Cairo. No território da Faixa de Gaza há também um outro com o mesmo nome, construído entre 1930 e 40 por organizações humanitárias. Após a guerra de 1948, quando Israel fez a ocupação violenta da Palestina, a população do Zeitoun de Gaza aumentou, fato que continua a ocorrer por causa dos conflitos do oriente médio. Alguns denominam o bairro do Cairo com a partícula árabe “al” ou “el”, chamando-o de “El-Zeitoun” ou “Zeitoun-el”.
A mídia ocidental não deu importância às aparições por vários motivos: ou porque todos na América estavam assistindo à Convenção Democrática em Chicago, ou vendo radiodifusões da guerra do Vietnã ou estavam sendo espantados com o caso Watergate. Ou talvez porque o ceticismo sempre foi mais marcante no Ocidente. A Virgem Maria teria aparecido para milhares de pessoas, no Egito, em uma igreja construída justamente para comemorar a vinda da Sagrada Família para aquele país, fugindo da ira de Herodes. Até o presidente egípcio Gamal Abdel Nasser, um marxista declarado, presenciou tal milagre! As aparições duraram três anos, acompanhadas por curas milagrosas e estudadas cientificamente. A polícia local, que achava tratar-se de uma encenação, procurou descobrir algum dispositivo de projeção de imagens, em um raio de até 20km, mas a busca fracassou.
A primeira aparição da Virgem se deu no dia 2 de abril de 1968, caracterizada por forte luminosidade e claridade, acompanhada por pombos e cruzes. Na primeira vez que Maria apareceu, estava usando um longo manto que ía até para debaixo de seus pés. Às vezes estrelas luminosas a cercavam. Algumas vezes apareceu com um bebê nos braços. Outras vezes a Virgem apareceu apenas como uma “forma luminosa”, não tendo suas características físicas bem definidas. A Virgem fez suas aparições durante um ano inteiro e foi testemunhada por milhares e milhares de pessoas. Havia certas oportunidades em que a aparição da Virgem era acompanhada ou precedida por pombos brancos que circundavam a igreja.
Muitos afirmaram que as pombas formavam diversos desenhos no céu. Algumas estrelas ficavam maiores do que o normal e até “caíam” sobre a igreja. As luzes eram de tom laranja e azul. Surgiu no céu também uma grande cruz, vermelha e florescente sobre o local; outras vezes surgiram cruzes pequenas e alvas. Também um suave odor de incenso invadiu o local, em uma das ocasiões. Algumas nuvens tomavam temporariamente a forma da Mãe de Jesus.



Relato de um protestante:
O escritor protestante Paul Perry, Americano do Arizona, escreveu o seguinte:
“Depois de 2 de abril os jornais noticiaram que a Virgem começara a aparecer duas ou três vezes por semana. A cada aparição, a multidão aumentava. Pessoas comentavam sobre o local sagrado por todo o Cairo. As ruas ficavam tão apinhadas que às vezes era preciso vinte minutos para atravessar de um lado para o outro.
Ao mesmo tempo, começaram a surgir as curas, e não somente entre os cristãos. O primeiro homem a ver a Virgem Maria, um muçulmano chamado Farouk Muhammad Atwa, estava com uma cirurgia de gangrena programada. No dia seguinte à visão de Maria, ele foi ao hospital e foi declarado curado.
Pessoas diziam ter sido curadas de doenças como infertilidade, problemas de pele, problemas cardíacos, depressão, “loucura”. Do dia para a noite a igreja em Zeitoun se tornou uma clínica médica espiritual para crentes de todos os tipos de fé.
No fim de abril, as manchetes dos jornais relatavam que a Virgem Maria tinha pairado uma vez sobre a igreja por quatro horas. Algumas pessoas estavam literalmente passando a noite de pé na frente da igreja, enquanto outras dormiam no chão de cimento do estacionamento do outro lado da rua. Os padres da igreja copta declararam que era um milagre genuíno. Se foi, ele aconteceu num momento oportuno para os cristãos no Egito. Depois da guerra de 1967 contra Israel, na qual o Egito levou um grande golpe, o fundamentalismo islâmico entrou em ascensão, e alguns clérigos muçulmanos resmungavam que era o momento de retirar todos os cristãos do Egito e torná-lo uma república islâmica.
Porém, mesmo nesta época crítica, os muçulmanos não podiam ignorar uma aparição tão persistente como esta. Sua instância militar contra os cristãos diminuiu como resultado das visões da Virgem.
Não levou muito tempo para que o presidente Gamel Abdel Nasser também reconhecesse o poder da Virgem Maria. No dia 5 de maio,, o presidente pegou o jornal “AL-Ahram” e viu uma fotografia surpreendente de uma mulher vaporosa suspensa sobre o domo da igreja em Zeitoun.
A manchete, em letras garrafais, acima da fotografia, dizia:
“PAPA CIRILO DECLARA: A APARIÇÃO DA VIRGEM É VERDADEIRA”.
Nasser leu que a fotografia fora tirada por uma das centenas de pessoas que agora permaneciam do lado de fora da igreja durante toda a noite à espera da chegada da Virgem. “O departamento de fotografia do “al-Ahram” examinou o filme original e não encontrou vestígios de uma fotomontagem!”, dizia a linha abaixo da manchete.
Nasser foi fisgado. Ficou surpreso ao saber que a primeira aparição da Virgem acontecera havia um mês. E ficou ainda mais surpreso ao descobrir que os primeiros a ver a Virgem vinham sido dois seguranças muçulmanos que estavam em um estacionamento do governo do outro lado da rua Tamambay.
O presidente quis ver a Virgem com os próprios olhos. Nas semanas seguintes foi várias vezes ao estacionamento e ficou lá até testemunhar a aparição. Estava disfarçado para que não fosse reconhecido. Além de um grupo de seguranças, Nasser trouxe consigo um membro da Irmandade Muçulmana para servir de testemunha.
Na igreja fomos apresentados ao padre Saddik, sacerdote de Zeitoun que tinha testemunhado a aparição de Maria quando era um jovem estudante de engenharia, em 1968. Era também diácono da igreja e passara uma parcela considerável de tempo entre os sacerdotes naquela época fundamental.
- Embora estivesse disfarçado, todos os sacerdotes coptas sabiam que o presidente Nasser estava na garagem do estacionamento – disse padre Saddik. – Ele passou pelo menos duas noites ali no estacionamento, esperando. Foi muito estranho um presidente ser tão curioso a respeito de um assunto cristão. E os muçulmanos não estavam satisfeitos com a idéia de que ele pudesse acreditar em uma visão da Virgem. Mas ele foi recompensado. Ele viu a Virgem Maria!
A notícia de que o presidente Nasser tinha visto a Virgem Maria chamou a atenção do país inteiro. Foi na mesma época que o presidente Jimmy Carter confessou ter visto um UFO. Um comitê dos mais elevados sacerdotes e bispos da igreja copta investigou as aparições e descobriu que elas eram autênticas. O papa Paulo VI mandou um enviado de Roma, que também confirmou a autenticidade das visões da Virgem. Havia até um reconhecimento crescente entre os muçulmanos.
Finalmente, o Departamento de Reivindicações e Informação Geral do governo liberou um breve comunicado: “Foram realizadas investigações oficiais e considerado como fato inegável que a Abençoada Virgem Maria tem aparecido na Igreja de Zeitoun em corpo claro, brilhante e luminoso visto por todos os presentes defronte da igreja, sejam cristãos ou muçulmanos”.
- Foi a chegada da Virgem Maria que tornou isto possível – disse padre Saddik, apontando para a igreja das aparições da Virgem Santa, uma estrutura maciça construída em 1970 no local do estacionamento, onde a Virgem Maria foi vista pela primeira vez. Esta igreja, enorme por dentro, orgulha-se do fato de seu campanário ser o mais alto do Cairo, mais alto até do que qualquer um dos minaretes que assinalam as mesquitas muçulmanas.
- O presidente Nasser doou esta terra para que pudéssemos construir uma igreja em honra das aparições – explicou padre Saddik. – Após ter visto a Virgem, ele se sentiu, como vocês dizem, atraído por Jesus e estudou bastante sobre os anos que Jesus esteve aqui no Egito.
A noção de que um presidente muçulmano, participante de uma guerra internacional cheia de ramificações internas, dedicasse seu tempo livre para estudar a vida de Jesus foi difícil para mim. Talvez o ceticismo estivesse estampado no meu semblante, porque padre Saddik imediatamente começou a falar”.
(v. o livro “Jesus no Egito”, de Paul Perry, editora Nova Era, págs. 159/161).
Talvez por ter causado insatisfação entre seus pares muçulmanos, o presidente Nasser foi assassinado pouco tempo depois pelos próprios islâmicos. Ele não só doou o terreno, mas também uma boa verba para a construção da igreja.
Hoje temos várias fontes para se informar sobre as aparições de Zeitun. As principais são as seguintes:


http://www.mariedenazareth.com/8522+M5fe780ee7f1.0.html
http://www.mariedenazareth.com/8522+M5f9710f0908.0.html
http://www.mensagensdemaria.org/VerMensagensDeMaria.php?codigo_artigo=65
http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en%7Cpt&u=http://www.zeitun-eg.org/stmaridx.htm

Vejam também o vídeo abaixo exibido na Glória TV

Nenhum comentário: