SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Decrépitos, demagogos e carrascos

O decrépito Castro espelha em seu semblante a decrepitude do próprio socialismo. O demagogo Lula ainda pensa que está nos dias de glória do tirano do Caribe ao prestar-lhe tanto apreço.
Apesar de todo o sofrimento e miséria do povo esmagado por uma tirania sem fim;
apesar de muitos gemerem nos cárceres pagando o preço de ter sonhado com a liberdade;
apesar de tantos crimes cometidos em nome desta mesma liberdade;
apesar de tudo isto, e acima de tudo, da morte cruel de um opositor na prisão, exatamente no momento em que o "lambe-botas" e bajulador incondicional de Castro (sim, é ele mesmo, o Lula) presta ao tirano as honras imerecidas do governante de um país onde impera a liberdade;
pois bem: apesar de tudo, ELES AINDA SORRIEM.
O RISO SARCÁSTICO DA DECREPITUDE E DA DEMAGOGIA. O SARCASMO DOS CARRASCOS DO POVO CUBANO.

O coordenador do Movimento Cristão Liberação (MCL), Oswaldo Payá Sardiñas, advertiu que a morte do preso de consciência Orlando Zapata Tamayo em um hospital de Havana, tem como cúmplices a todos os que dentro ou fora da ilha negam a ditadura que existe em Cuba. Inclusive Lula, Chico Buarque & Cia.

"Denunciamos a todos aqueles que dentro e fora de Cuba por covardia, egoísmos e outras misérias, não têm o pudor de apoiar os que lutam, sofrem e morrem por defender os direitos e a dignidade de todos. Todos esses também mataram Zapata", expressou Payá.

Zapata Tamayo morreu logo depois de uma greve de fome de 85 dias, com a qual exigia que lhe dessem "um trato mas digno e mais humano para ele e para todos os prisioneiros".

Payá recordou que este membro do MCL foi encarcerado "por denunciar as violações aos direitos humanos e por atrever-se a falar abertamente do Projeto Varela no parque Central de Havana". Indicou que a pesar de que nunca usou a violência, foi condenado primeiro a três anos da prisão que logo foram ampliados a mais de trinta anos.

O coordenador do MCL relatou que ao longo dos anos Zapata foi vítima de abusos, golpes e demais ultrajes dos quais é responsável o Governo cubano.

Por isso, também criticou os governos, estados e instituições que "preferem a relação harmoniosa com a mentira e a opressão (do Governo) à solidariedade aberta com o povo cubano. Todos são cúmplices do que ocorre e do que ocorra".

"Orlando Zapata Tamayo, querido irmão: continuaremos a luta, sem ódio, mas determinados, até que Cuba seja livre e os cubanos deixem de sofrer esta humilhação penosa que é viver submetidos à mentira pelo medo", finaliza o comunicado.

Em outubro passado, o Movimento Cristão Liberação re-lançou a canção "Todos Cubanos", que se converteu em um hino de esperança para a transformação política profunda e pacífica em Cuba.

A letra da canção foi composta por Oswaldo Payá, enquanto que a música é de seu irmão Carlos, representante do Movimento ante a União Européia.

Para escutar a canção, visite http://www.youtube.com/watch?v=Ce0czNF3Fis

De outro lado, a organização Arquivo Cuba, denuncia as condições bárbaras das prisões cubanas, assim como o alto número de mortes nas mesmas. Desde 2005 até hoje calcula-se que morreram cerca de 97 presos cubanos nos cárceres da ilha-prisão, todos documentados, segundo a entidade. Já há um vídeo com declarações da mãe de Orlando Zapata, Veja:
video

Nenhum comentário: