SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Omnis enim orbis terrarum limpido illuminabatur lumine

Todo o resto do mundo estava iluminado com uma luz clara (Sab 17, 19), assim reza a tradução do texto acima, tirado do livro da Sabedoria, e parecia prenunciar o brilho da luz com que o Papado iria irradiar sobre todos os povos. De modo especial em nosso século tão conturbado, tão ateu, tão cético e materialista, época em que as densas trevas do erro procuram em vão suplantar e apagar a Luz do Vigário de Cristo na terra, é exatamente agora que parece brilhar mais ainda o esplendor dessa luz que Nosso Senhor Jesus Cristo nos legou para guiar todos os povos até o fim dos tempos. Como exemplo, basta nos determos sobre uma cerimônia comum nos dias atuais, como a saudação papal após a oração do Angelus, como esta que abaixo reproduzimos:

Angelus de 1 de agosto de 2010






Queridos irmãos e irmãs,

nos dias de hoje se comemora a festa de alguns Santos. Ontem nós mencionamos Santo Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus que viveu no século XVI, foi convertido pela leitura da vida de Jesus e de santos durante uma internação prolongada causada por um ferimento sofrido em combate. Ficou tão impressionado com as páginas que ele decidiu seguir o Senhor. Hoje nos lembramos de Santo Afonso Maria de Ligório, fundador dos Redentoristas, que viveu no século XVIII e proclamado santo patrono dos confessores pelo Venerável Papa Pio XII. Ele tinha o conhecimento do que Deus quer de todos os santos, cada um em seu próprio estado, é claro. Esta semana, a liturgia nos oferece, então, Santo Eusébio, o primeiro bispo de Piemonte, um defensor da divindade de Cristo e, finalmente, a figura de São João Maria Vianney, o Cura d'Ars, que conduziu com sua vida como o Ano do Sacerdote findo, e cuja intercessão vem novamente engrandecer todos os pastores da Igreja; compromisso comum a esses santos era salvar almas e servir a Igreja com seus dons, ajudando a renová-la e enriquecê-la. Esses homens têm comprado um "coração sábio" (Sl 89,12), acumulando o que não é desesperadamente corrupto e descartando o que está mudando ao longo do tempo: o poder, riqueza e prazeres efêmeros. A escolha de Deus possuía todo o necessário, antecipando desde a eternidade da vida terrena (cf. Eccles, 1-5).

No Evangelho de domingo, os ensinamentos do Jesus diz respeito à verdadeira sabedoria e apresenta o seu pedido para uma multidão: «Mestre," para o meu irmão repartir comigo a herança "(Lc 12:13). Jesus respondeu, e adverte os ouvintes com desejo de bens terrenos, com a parábola do rico insensato, que, tendo acumulado uma rica colheita em si, deixa de funcionar, ele usa seus ativos e se ilude divertido pensando ser capaz de afastar a morte . "Mas Deus lhe disse:" Insensato, esta noite você será solicitado para sua vida. E o que você tiver preparado, quem será? "(Lc 13:20). O homem insensato na Bíblia é aquele que não quer perceber, a partir da experiência das coisas visíveis, que nada dura para sempre, mas tudo passa: a juventude como a força física, o conforto como o papel do poder. Depender a sua vida à realidade tão fugaz, então, é bobagem. O homem que confia no Senhor, no entanto, não teme as adversidades da vida, mesmo a realidade inevitável da morte é o homem que comprou um "coração sábio", como os Santos.

Ao abordar a nossa oração a Maria, eu me lembro de outros importantes aniversários: amanhã pode ganhar uma indulgência de Porciúncula ou "Perdão de Assis, que São Francisco obteve em 1216 pelo Papa Honório III, quinta-feira, 5 de agosto comemora a dedicação da Basílica de São Maria Maggiore, em honra da Mãe de Deus com este título aclamado no Conselho de Éfeso, em 431, e na próxima sexta, dia do aniversário da morte do Papa Paulo VI para celebrar a Festa da Transfiguração do Senhor. A data de 06 de agosto, tendo em conta a altura da luz de verão, foi escolhido para significar que o esplendor da luz de Cristo, enfrentar o mundo.

Angelus Domini ... (seguem as orações latinas do Angelus, respondidas pela grande massa de católicos presentes).


-------------------------------------------------- ------------------------------

Palavras de Bento XVI depois do Angelus:

Gostaria de manifestar a minha profunda satisfação da entrada em vigor, a partir dehoje, da Convenção sobre a proibição das munições cluster que causam danos inaceitáveis aos civis. Meus primeiros pensamentos vão para as muitas vítimas que sofreram e continuam a sofrer sérios danos físicos e morais, a perda de vida por causa dessas armas insidiosas, cuja presença no terreno, muitas vezes dificulta a retomada ao longo das atividades diárias de todo da comunidade. Com a entrada em vigor da nova convenção, cuja composição seria instar todos os Estados, a comunidade internacional tem demonstrado sabedoria, visão e capacidade de exercer uma importante conquista no campo do desarmamento e direito humanitário internacional. Minha esperança e encorajamento é que continuemos com força cada vez maior nesta estrada, defendendo a dignidade e a vida humanas, para a promoção do desenvolvimento humano integral, o estabelecimento de uma ordem internacional pacífica e à realização do bem comum de todas as pessoas e povos.

(tradução do francês)

Saúdo os peregrinos de língua francesa. A liturgia deste dia, questionado sobre o significado mais profundo de nossa busca de ter, poder e conhecimento. Tomada e entendida como um fim em si, a riqueza continua a ser os meios necessários para uma vida justa e digna. Pela intercessão da Virgem Maria e Santo Afonso de Ligório, que possamos usar nossos ativos, participando positivamente nos trabalhos da criação de Deus e em total solidariedade para com cada ser humano, especialmente um que está na necessidade. Bom domingo a todos!


(tradução do inglês)

Estou muito feliz por saudar todos os peregrinos presentes de língua Inglês, especialmente aqueles de vocês que vieram de Canadá e Austrália. No Evangelho da Missa de hoje, Nosso Senhor nos ensina a ajuntar tesouros para nós mesmos, e não na terra, mas no céu. Pela graça de Deus, então, vamos procurar crescer na fé e boas obras. Nesse sentido, de bom grado invoco sobre todos vós as abundantes bênçãos de Deus!


(tradução do alemão)!

Obrigado eu tenho uma apalavra de saudação a todos os fiéis alemães, especialmente hoje, quando os peregrinos de Eschweiler Aachen. nos dá oportunidade das férias para deixar a pista e batido encontrar um bom lugar para descansar e relaxar. Nós tomamos nossa distância para dentro maus hábitos de raiva e maldade de maledicência, o "homem velho com os seus feitos", como agora também fora se ouviu na laitura de Colossenses. Nós tomamos o feriado como uma oportunidade de voltar em pessoa para a paz e nenhuma imagem de nós para melhor atender o Criador. Espírito de Deus em você, acompanhar todas as maneiras!

(espanhol)

Cordial saludo a los de lengua española Peregrinos Que han participado en el Rezo a oração do Ângelus. A liturgia convida moderado de hoy Nós Por nuestro Afan los materiales bienes, Que nenhum filho todo en la Vida, compartirlos administrarlos sabiendo bien y manera de bienes y más altos duraderos produzcan que. Pidamos Que enseñanza María nsa gozo de seguir Jesus com um sencillo corazón. Domingo Feliz.


Queridos peregrinos de língua portuguesa: saúdo cordialmente a todos vós, de modo especial aos brasileiros de Piraquara. Que Deus manifeste sobre todos vós a Sua inesgotável bondade para que sejais renovados nos vossos bons propósitos de vida cristã. Que Deus vos abençoe!

(tradução do polonês)

Bem-vindo poloneses. A vida nos ensina que tudo isso no mundo está passando. Lendo ou lembrando que a liturgia de hoje da Missa ressalta que a vida humana não é dependente. Jégo OU Mien que não houve ordem ou saber temporal, mas pela medida da eternidade. Uma necessidade de abrir o coração diante de Deus. Eu vos abençôo de coração.

(Saudações finais)

[Eu dou a minha cordial saudação para todos os pólos. A vida diária nos ensina que tudo passa neste mundo. Somos lembrados da Liturgia da Palavra da Missa de hoje. Mostra-nos que a vida humana não depende de sua propriedade e bens materiais não se destinam, mas metade do caminho para a eternidade. Então vamos abrir os nossos corações às necessidades dos outros, tornando-se rico diante de Deus abençoar o seu coração.]

Uma cordial saudação vai, finalmente, aos peregrinos italianos, especialmente das Irmãs da Imaculada, que estão celebrando nestes dias o seu Capítulo Geral, os fiéis de Moncalieri e Nicandro St. Garganico. Obrigado por sua presença. Tudo bom domingo!

Nenhum comentário: