SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O "arquiteto de Deus", Antoni Gaudi, e sua obra


Antoni Placid Gaudí i Cornet foi um arquiteto catalão, nascido em Reus ou Riudoms, em 25 de junho de 1852, e falecido em Barcelona em 10 de junho de 1926. É um dos símbolos culturais de Barcelona, cuja obra foi eleita como patrimônio da humanidade.
A influência de Antoni Gaudí em Barcelona é muito forte, podendo se encontrar as suas obras em vários bairros da cidade. A mais importante delas é a Basílica da Sagrada Família, que todavia está em construção segundo os planos de Gaudí, apesar de estar sofrendo adulterações arquitetônicas criticadas por várias personalidades do mundo artístico. Na construção do templo da Sagrada Família, considerada a sua obra-prima, Gaudí foi ridicularizado por seus contemporâneos, mas encontrou no empresário Eusébio Güel um forte estímulo, tendo sido praticamente seu mecenas. Em seus últimos anos, devotou-se exclusivamente à religião católica e a construção daquele templo, consagrado agora ao culto por Bento XVU.
O Estilo Gaudi
Uma primeira fase que se pode identificar na arquitectura de Gaudí poderá ser chamada de “mourisca” uma vez que o arquiteto buscou inspiração naquele tipo de construções: as formas, as cores, os materiais, tudo aponta na mesma direção.
Outra fase importante da obra de Gaudí foi aquela que decorreu sob o mecenato de Güell, quando pôde desenvolver mais intensamente o que se pode classificar de período “gótico”, cujos principais princípios deste estilo foram por ele utilizados, bem como algumas das suas formas mais típicas (o arco-botante, as ogivas, etc.); no entanto o gótico em Gaudí manifestar-se-á também em inovações ousadas, como são, por exemplo, os seus arcos parabólicos. Na igreja da Sagrada Família há uma harmônica mistura entre os estilos gótico, mourisco e uma espécie de barroco moderno, muito criticada, mas demonstrando tal riqueza que nunca deixou de seguir o projeto original, apesar de inúmeras tentativas de adulterá-lo. A obra de Gaudí por excelência foi, no entanto, o templo expiatório da Sagrada Família, obra a que dedicou uma parte importante da sua vida e em que trabalhou aturadamente nos seus últimos 12 anos de existência..
Beatificação
Está em curso um movimento em prol da beatificação de Gaudí pela Igreja, promovido desde 1992 por uma associação secular. No Vaticano, o processo, depois do encerramento da fase diocesana em 2003, teve os documentos da "positio" com a sua biografia entregues em Roma para serem submetidos à Congregação para a Causa dos Santos.
Vejam o vídeo sobre as principais obras do artista catalão.


Nenhum comentário: