SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Mais cinco bispos anglicanos se convertem ao Catolicismo

O Bispo católico Auxiliar de Westminster, Dom Alan Hopes, anunciou que cinco bispos anglicanos decidiram "entrar em comunhão com a Igreja Católica mediante o Ordinariato para a Inglaterra e Gales".
Trata-se dos bispos de Ebbsfleet, Andrew Burnham; de Richborough, Keith Newton; e de Fulham, John Broadhursty; assim como o ex-bispo de Richborough, Edwin Barnes; e de Ballarat (Austrália), David Silk.
Dom Hopes indicou que "na reunião plenária que celebraremos a semana próxima, a Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales estudará o estabelecimento desse ordinariato" a figura canônica estabelecida pelo Papa Bento XVI na constituição Anglicanorum coetibus para anglicanos que desejam ser católicos "e estenderemos nossa cálida boas-vindas a quem queira formar parte dele".
Os mencionado bispos anglicanos divulgaram um comunicado conjunto no qual expressaram seu descontentamento com a ordenação de mulheres, aprovada pelo último sínodo anglicano em julho, que consideram "incompatível" com sua vocação histórica e sua tradição.
Os cinco líderes anglicanos, que deixarão de sê-lo no próximo 31 de dezembro de 2010, assinalaram que a opção do Ordinariato é "uma resposta generosa" do Papa "a várias aproximações à Santa Sé por ajuda e acolhida, assim como um novo instrumento ecumênico em busca da unidade dos cristãos, a unidade pela qual Cristo rezou em sua Paixão e Morte".
"É uma unidade, acreditam, que é só possível na comunhão eucarística com o sucessor de São Pedro". Os bispos anglicanos convidaram os que compartilham sua postura a segui-los neste caminho à Igreja Católica.
A imprensa britânica assinala que até o momento perto de 500 clérigos poderiam unir-se ao Ordinariato criado pelo Vaticano. Entretanto, o número poderia aumentar.

Bispo anglicano revela como encontrou seu lugar na Igreja Católica

MADRI, 28 Out. 10 / 10:47 am (ACI).- John Broadhurst é o primeiro bispo anglicano em anunciar em público sua demissão e passagem à Igreja Católica. Também é o primeiro pastor anglicano em dar os detalhes de seu novo caminho aos ingleses através de uma emissora de rádio.
Conforme informa o jornal La Razón, Broadhurst está casado e tem filhos, por isso sabe que não poderá ser bispo católico mas guarda a esperança de obter uma dispensa especial para exercer o sacerdócio.
Em declarações ao programa "Sunday" da BBC Radio 4, Brodahurst deu os detalhes de sua decisão.
"A igreja anglicana se foi separando da católica com suas decisões, e temos todo o assunto do matrimônio gay na Comunhão Anglicana, e as mulheres sacerdote na Inglaterra, e as mulheres bispo, e recentemente chegou a oferta do Papa, muito generosa, em "Anglicanorum Coetibus", que diz a anglicanos como eu: ‘Há um lar para vós, se quiserdes’", indicou.
Perante o novo passo assegura que tem "a esperança de entrar no Ordinariato. Tenho a esperança de ser sacerdote, mas, ao final, se tiver que ser um simples secular, eu o aceito, não há problema. Como dizíamos no debate sobre as mulheres bispo: o ministério não é uma carreira, mas uma vocação. É o que a Igreja requer de você, não o que você pede à Igreja".
Depois de 25 anos no Sínodo da Igreja Anglicana, está convencido que já não há lugar para os que querem preservar o sacerdócio masculino.
Segundo o relatório "Cost of Conscience" de 2002, que entrevistou 2.000 clérigos anglicanos, só uma de cada três sacerdotisas anglicanas acredita na maternidade virginal de Maria, quase a metade nega que Jesus tenha ressuscitado, 30 por cento nega a Trindade e uma de cada quatro não acredita em Deus Pai Todo Poderoso nem em Deus Espírito Santo. E as que hoje são sacerdotisas em seguida serão bispas.
Broadhurst acredita que o Ordinariato católico será pequeno ao princípio, "porque para muitos sacerdotes, com esposa e família, é muito duro passar a uma situação insegura, mas recebi muitos e-mails de leigos perguntando ‘como se entra?’". As respostas chegarão em poucos meses.

video

Nenhum comentário: