SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

domingo, 24 de abril de 2011

Prece dos cristeros

O movimento dos Cristeros foi uma reação contra-revolucionária do povo católico do México contra as rigorosas leis anticlericais emanadas da Constituição de 1917 e aplicadas pelo presidente Calles. Buscavam secularizar o país e eliminar a influência da Igreja Católica. Tinham sido elaboradas leis que restringiam severamente a atividade do clero, expulsavam sacerdotes estrangeiros, fechavam escolas católicas e confiscavam propriedades da Igreja. Mais tarde, igrejas foram fechadas e foi proibida a celebração da Missa.
O levante popular contra o governo Calles começou no estado de Jalisco, na cidade de Guadalajara, em 3 de agosto de 1926. Cerca de 400 católicos armados trancaram-se na Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe. Eles estavam envolvidos em um tiroteio com tropas federais e se renderam somente quando sua munição se esgotou. Jalisco se tornou centro da contra-revolução dos Cristeros. O brado de guerra dos Cristeros era Viva Cristo Rei! Viva a Virgem de Guadalupe!
A prece que vem abaixo era recitada pelos Cristeros de Jalisco ao final da recitação do rosário.


Meu Jesus tende piedade de mim! Meus pecados são mais numerosos do que as gotas de sangue que derramastes por mim. Não mereço pertencer ao exército que defende os direitos de vossa Igreja e que luta por ela. Não quero nunca mais pecar, para que assim minha vida possa ser uma oferta agradável aos vossos olhos. Lavai minha alma das iniqüidades e purificai-me de meus pecados. Por vossa Santa Cruz e por minha Santa Mãe de Guadalupe, perdoai-me.
Já que não sei como fazer penitência por meus pecados, desejo receber a morte como merecido castigo por eles. Não desejo lutar, viver ou morrer senão por Vós e por vossa Igreja. Ó Santa Mãe de Guadalupe, ficai ao meu lado, na hora da agonia deste pobre pecador. Permiti que meu último brado na terra e meu primeiro cântico no Céu possam ser Viva Cristo Rei! Amém.

Nenhum comentário: