SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Manuscritos do Mar Morto e os Essênios





Os famosos Manuscrios do Mar Morto, logo após sua descoberta, estavam aos cuidados dos jesuítas, mas o governo israelense os confiscou. Este fato está relatado no livro "As intrigas em Torno dos Manuscritos do Mar Morto", de autoria de Michel Baigent e Richar Leigh, editora Imago. Assim, a Igreja perdeu excelente oportunidade de estudar aqueles documentos com isenção, deixando-os nas mãos dos suspeitos judeus. É de se desconfiar que, estando nas mãos judaicas, procurem esconder alguma coisa que comprometa até mesmo a autenticidade da religião deles. Agora, as autoridades de Israel anunciam que vão colocar cópias daqueles documentos a dispoição do pública na internet. Os documentos de Qumran serão digitalizados e entregues, talvez, ao Google para serem acessados pelos inernautas de todo mundo. A arqueóloga israelense Pnina Schorr, responsável pelos trabalhos, sublinhou em entrevista à imprensa que a parte mais importante dos misteriosos e polêmicos documentos é integrada por Sagradas Escrituras escritas há 2000 anos. Quer dizer, reflete os documentos antigos da Sagrada Escritura, muitos dos quais o judaísmo hoje não aceita. Embora estejam dizendo que as reproduções serão de altíssima qualidade, não sabemos quais documentos poderão, talvez, ser deixados de publicar. Mas, mesmo sendo de altíssima qualidade, não acredito que sua visualição pelo computador dê a mesma qualidade de análise daquela feita ao vivo, coisa que somente os pesquisadores judeus tiveram acesso até hoje. Ou se permitiram algum outro estrangeiro, certamente foi com algumas reservas. A propósito de tais Manuscritos, que foram guardados nas cavernas de Qumran por uma comunidade essênia, é interessante ler as visões que a Beata Anna Catharina Emmerich teve sobre a comunidade dos essênios. Vejam o texto exibido na Glória TV.






Nenhum comentário: