SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA

SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E A NATUREZA
São José de Anchieta

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Uma guerra com espadas de fogo


video

A cidade de Cruz das Almas, na Bahia, é famosa por sua "guerra de espadas" travada todo ano nos festejos juninos. Em outras cidades baianas se promove também aquele tipo de "guerra" (como Senhor do Bonfim, Muritiba, Maragojipe,etc), mas menos intensas e, por isso, menos faladas. Um dos fatores psicológicos que explicam a preferência popular por esta "guerra" é uma certa necessidade do espírito humano pela aventura e pelo risco, como aqueles que pulam de parapentes ou que voam em frágeis asas delta. Muito se lamenta, anualmente, os acidentes com queimaduras e até mortes. Vi pessoalmente esta "guerra" e constatei que, realmente, é um espetáculo muito bonito, mas cheio de riscos e de causar medo a qualquer vivente. Não é somente com estas espadas que ocorrem acidentes juninos. Em todo o Nordeste a notícia mais corriqueira na imprensa é de acidentes com fogos, ocorridos em todas as cidades onde se fazem as festas juninas. Assista o vídeo acima e veja que, ao lado da beleza e do risco que se corre nesta "guerra", um espetáculo à parte é a coragem dos "espadeiros" (os rapazes que queimam e jogam as espadas uns nos outros). Um dado importante é bom ressaltar: todo "espadeiro" entra no espetáculo, geralmente, completamente protegido, com luvas, calças de brim, botas, etc. Há outros que nada disto usam, mas têm experiência de muitos anos na brincadeira e alguns se vangloriam de nunca haver se queimado.

2 comentários:

Daniel disse...

Peço-lhe se possível inserir o link do Blogs Católicos no seu blog. Desde já obrigado!

http://guiablogscatolicos.blogspot.com/

Salomão disse...

Eu sou nascido em Cruz das Almas, vivi lá por toda a minha vida e nunca soube que os espadeiros jogavam espadas uns nos outros. Essa é uma informação falsa que faz a cabeça das pessoas que não conhecem de perto a "guerra" de espadas, que está longe de ser uma "guerra".